Translate

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Cá estou eu novamente com aquela tradicional crise de idéias para o meu blog.
Novamente não sei sobre o que escrever...
Na verdade, estou revoltado demais com os caminhos que a humanidade está seguindo e ainda tenho de fazer vista grossa por ser parte de uma minoria pensante em proporções que seriam equivalentes a uma gota num oceano.
E por mais que eu escreva, é frustrante ver que nada muda.
Estou cansado de perder meu tempo cada dia mais escasso com coisas inúteis como esse blog.
Eu quero viver um pouco, mas... que vida?




A festa que ninguém vê

"Para ser popular é necessário ser uma mediocridade."
(Oscar Wilde, escritor irlandês)


Uma amiga minha, indignada me mandou um vídeo deprimente sobre as atrocidades que são cometidas contra animais nos rodeios e festas de peão, onde as pessoas vão simplesmente porque vai muita gente solteira em busca de um relacionamento ou mero sexo mesmo.
Por mais "carnívoro" que eu seja, tenho um imenso sentimento de repulsa a rodeios, "festas de peão" e afins e vivo deixando claro aqui no meu blog que para mim quem gosta de "festa de peão" é peão e ponto final. Procuro com isso não ser mais agressivo que isso por respeito às pessoas, mas sinceramente, esse povo é "cego" demais para perceber outras coisas tão graves quanto as cenas desse vídeo... e quem dera fossem poucas!
Em maio, houve uma festa dessas em Jaguariúna, onde 4 pessoas morreram pisoteadas (uma delas, uma mulher cuja garganta fora espetada pelo salto de uma bota feminina, segundo uns blogs que curiosamente tiraram esse detalhe do ar) e 11 pessoas ficaram feridas...
Para piorar, isso mal chega a ser a ponta do iceberg!
Um "peão" de rodeio desses ganha numa única festa uma verdadeira fortuna para participar de atrocidades como as reveladas no tal vídeo enquanto tem gente morrendo de fome e frio nas ruas e deputado construindo castelo com dinheiro provindo dos impostos que pagamos dizendo "amém" e deixando por isso mesmo.
Revistas "culturais" como "Contigo", "Caras" ou aquelas revistinhas de sacanagem têm incentivo fiscal garantido por lei por que o Ministério da Cultura diz que material impresso é "material cultural", mas LPs não tem isenção alguma, assim como CDs ou DVDs.
Já as igrejas têm isencão total de impostos, mas são indústrias como quaisquer outras e o que é pior: bem mais nocivas por praticamente ordenarem o que chamam de "fé": "Acredite no que digo, mas não pense nem questione. Aceite e cale-se! Depois traga mais gente para essa fé a todo custo."
A verdadeira "festa que ninguém vê" é a dos que ganham com coisas desse tipo. Claro!
Porque se alguém sai perdendo, sempre tem alguém que sai ganhando. E com certeza, é uma minoria que não merece nem poder, nem dinheiro, nem valor, nem mordomias.
São criminosos que mandam na lei, são irresponsáveis impunes, são ladrões, assassinos por tabela, que matam mais do que pessoas. Matam a cultura, a educação, o bom senso e o futuro de toda uma sociedade.
Mas ao invés de punidos exemplarmente, são tratados como semi-deuses, como "excelência".
É gente que não está nem aí enquanto houver "BBBs", rodeios, novelas, futebol, igrejas aos montes, distraindo, distorcendo idéias e valores, afastando o foco do que realmente importa às pessoas que cada dia mais se tornam menos conscientes da razão de viver, ou do que seus netos vão pensar delas no futuro... (Se é que vão ser capazes de pensar qualquer coisa do jeito que a coisa tá indo...)
O que temos hoje como "sociedade", não passa de um monte de seres inconscientes programados pelos meios que lhes são impostos pela mídia e pelo "governo" para não passarem de meros consumistas e fonte de renda dos povos mais ricos.
Enquanto temos um monte de gente enchendo a cara e se achando "os filósofos" nos bares e casas noturnas e "patricinhas" se fotografando no espelho ou porque não sabem usar o disparador automático de suas câmeras digitais, ou porque tiveram preguiça de ler o manual, ou estavam preocupadas demais em espremer os seios para que pareçam maiores na foto, ou ainda se o ângulo do rosto pega melhor sua falsa expressão de felicidade, ou simplesmente graças a isso tudo, esqueceram que a câmera tem esse recurso.
Posso escrever a vida toda aqui no meu blog, que a humanidade não mudará em nada.
As pessoas continuarão desesperadas para cumprir os seus cada dia mais afazeres inúteis, o mundo continuará se degradando e o abacaxí continuará a ser empurrado para os netos, demonstrando o quanto realmente nossa sociedade se preocupa com eles, que certamente vão se lembrar do que fizemos a eles quando já não estivermos aqui e eles tiverem de sobreviver com as coisas que nós simpesmente aceitamos como estão... Isso se souberem ligar os fatos como nós ainda conseguimos, já que os sistemas de ensino estão absolutamente falidos, tendo se tornado uma indústria que lucra milhões em cima da "lenda" de que o maldito "canudo" garantirá uma vida digna às vítimas que enchem seus álbuns de fotos de baladas ao invés de estudarem...
Mas estudar pra quê?
Tem analfabeto funcional na presidência, tem jogador de futebol que não sabe nem cantar o hino nacional direito mas não tem onde mais enfiar dinheiro; tem cantor "sertanejo" que anda de jatinho particular sem nunca ter sequer visto uma única aula numa cadeira universitária!
O mundo em que vivemos não passa de uma terra do faz-de-conta, uma "ilha da fantasia" em que tentamos a todo custo viver uma vida em fuga disso tudo, ou sempre tentamos nos parecer com o que não somos. E por quê?
Porque o mundo em que vivemos está a cada dia menos tolerável e menos tolerante.
A cada vez que saio de casa, mais sinto vontade de ficar em casa, longe desse mundo débil, ignorante, injusto, falso, mesquinho, individualista, medíocre, podre...
Francamente, estou cansado.
Cansado de ver notícias sobre futebol em destaque quase que absoluto nas primeiras páginas de tudo quanto é portal da Internet como se fosse de fato a notícia mais importante do momento, mas que na verdade não muda a vida da imensa maioria das pessoas em absolutamente nada.
Estou cansado de ouvir falar em coisas que nunca acontecem como "reforma tributária", cansado de perder meu tempo com notícias de televisão sobre CPIs e investigações de corrupção que nunca dão em nada, cansado de ver crianças pedindo dinheiro nos cemáforos enquanto isso, cansado de ter esperanças de que alguma coisa mude nisso tudo.
Estou cansado de escrever sobre tudo isso e nunca ver mudança alguma.
Cansado de tentar defender o meu ponto de vista e ser visto como louco porque eu consigo ver coisas que a maioria das pessoas prefere ignorar, seja por medo de também serem rotulados como "loucos" ou por mera ignorância mesmo... e nem posso culpa-los por isso.
Estou cansado de tentar mudar o mundo sozinho.
Enfim, estou cansado desse blog inútil.
Cansado de gastar o meu tempo com um mundo que não tem mais cura e com uma sociedade que não se mexe para que tenhamos um mundo menos doente em que todos querem sair ganhando a todo custo fingindo ser o que não são e com isso, todos saímos perdendo.
Quero me isolar de tudo isso.
Quero paz, tranquilidade, sossego, simplicidade, confiança e vida.
É só o que eu quero.
É só o que todos deveríamos querer.
Por que tem de ser tão difícil?