Translate

terça-feira, 11 de abril de 2006

E no dia 1.o de abril, eu cumpri o que prometi... em parte.
Não é que a droga do museu estava fechado para reforma e eu tive de ficar a uns 30m de distância da "obra"?
E ainda paguei estacionamento por isso...
Cara... como sou azarado!
Nem pra "espantar os meus fantasmas" o "departamento lá de cima" dá uma forcinha?
Desse jeito vou virar ateu só de raiva!
Até quando vou continuar sendo um nerd azarado?
Francamente, estou cansado dessa vida... se é que posso chamar de vida.
A rotina está me deixando maluco!
A imensa quantidade de gente que me pede favores o tempo todo não incomoda. Eu adoro ajudar as pessoas, mas isso toma muito do meu tempo e acabo não vivendo a minha vida como gostaria.
No serviço tenho um agravante nesse sentido: Parece que todo mundo depende de mim pra tudo o tempo todo.
Às vezes penso que é preguiça mesmo das pessoas, pois tem muita coisa extremamente básica que elas poderiam fazer por elas mesmas, mas acaba caindo tudo nas minhas costas... e isso cansa.
Para tentar mudar um pouco a rotina e aprender coisas novas, andei fazendo uns cursos...
Semana passada completei mais um curso... na verdade 4:
"UNIX - Introdução e Avançado" (que acabou virando um curso básico de AIX/L);
"Linux - Introdução e Conceitos" (excelente curso);
"Solaris - Introdução e Avançado" (ficou só no básico... curso avançado de Solaris em cerca de uma semana é humanamente impossível!);
"Regatta, SAN e Shark" (outro excelente curso sobre implementação e administração de "florestas de servidores corporativos" virtuais e sistemas de armazenamento de dados de grande capacidade).
As notas dos cursos ainda não saíram. A de Linux consegui 9,4 e 10 nas avaliações teórica e prática, respectivamente. Creio que nas avaliações de "San/Regatta/Shark" e "Solaris - Introdução e Avançado, eu também deva ter ido relativamente bem.
Manifesto publicamente aqui o meu agradecimento pela oportunidade e pelo excelente trabalho dos instrutores (IBM) e demais envolvidos no projeto "Oficina do Futuro" (Instituto Eldorado/Solectron).
Mas no fundo, continuo chateado... como se nada mudasse. Na verdade, nada muda.
Eu só queria poder planejar a minha vida e ver esses planos funcionarem... só isso!
É pedir muito?
Mas o que mais me desanima é que TODOS os meus planos SEMPRE, mas SEMPRE MESMO, acabam exatamente como a visita ao tal museu que tenho planejado a meses.
Cara... que inferno!
Não adianta... Esquece!
Os fanáticos que me perdoem, mas se Deus existe, o passatempo predileto dele é frustrar os meus planos.
Isso inclui planos de vida, planos profissionais, planos emotivos, planos materiais...
Sempre que começo alguma coisa e as coisas começam a dar errado, prefiro sempre começar direito do ZERO. Mas como fazer isso com a minha própria vida?
Francamente, eu deveria desistir... acabar de vez com isso tudo logo de uma vez.
Já está tudo perdido mesmo! Tudo danado!
Pra piorar, já estou começando a me sentir velho... E o que eu vou ter no final da vida de pois de tudo o que eu tentei fazer e acabei fracassando?
Infelizmente, justiça é uma grande ilusão nesse mundo, onde o que vale mesmo é a mentira... em tudo.

Nenhum comentário: