Translate

quinta-feira, 20 de maio de 2004

O mundo dá muitas voltas... tantas quanto um io-iô. Aliás, desde que voltei a jogar io-iô em novembro, tenho notado uma certa "fuga".
Eu nem me lembrava mais o quanto o io-iô era importante para mim... uma distração que tem me ajudado bastante a melhorar a minha concentração ao mesmo tempo que tem desviado a minha mente dos meus problemas e despertando em mim pontos de vista que a muito tempo eu tinha esquecido...
Enfim, voltando ao assunto, é estranho como certas coisas acontecem...
Estranhas coincidências acontecendo nos dias mais improváveis têm me trazido notícias boas e ruins.
Ainda não sei se isso é bom ou ruim para mim, mas no momento pouco posso fazer além de ficar aqui, cuidando da minha vida, tentando sobreviver.
Sinto que é o momento de investir em mim. (Difícil dizer isso quando se está falido, mas...)
Estou passando por uma fase muito estranha da minha vida. Acho que posso definir como uma espécie de "isolamento".
É uma fase em que nós jogadores de io-iô chamamos de "manutenção" (sabe como é... troca de cordinha, secagem e lubrificação de rolamento...)
Meu círculo de amizades diminuiu (a maior parte dos meus amigos foi tentar a vida em outros estados e até países e muito poucos se mantêm por perto), não tenho uma companheira por perto no momento (e nem procuro ter... tenho meus motivos que prefiro não revelar aqui), de modo que de companhia mesmo, só estou eu, meus eletrônicos e meus io-iôs... a maior parte do tempo em que eu não estou trabalhando.
Eu poderia sair, buscar gente para conversar, ou mesmo aventuras... mas nunca foi o meu estilo. Não nasci para isso.
Para mim, procurar essas coisas sempre significou "procurar encrenca". (Isso inclui namoros e relações similares.)
Algumas pessoas não se conformam de me ver assim. Poucos conseguem entender os meus motivos (mesmo porque, não posso revelar todos).
De qualquer forma, eu não teria mesmo como manter uma relação agora, falido, desmotivado, sem idéias, sem objetivos.
Para mim, é o momento de buscar exatamente isso: objetivos.
Vivemos uma época em que não se pode mais correr riscos e as escolhas precisam ser muito bem feitas, pois não há como voltar a trás.
A humanidade é cíclica, cheia de altos e baixos, coisas que vão e vêm... O mundo gira... e quando a vida pára, precisamos pô-la para girar de novo... exatamente como um io-iô... imprevisível, às vezes perigoso... sempre cheio de truques.
Minha vida hoje, se assemelha a um io-iô parando de rodar... Precisa de um novo arremesso. De preferência, com rolamento seco e com lubrificante newtoniano novo e bem fino.

Nenhum comentário: