Translate

sexta-feira, 16 de janeiro de 2004

E o nosso "governo" continua assassinando a produtividade da nossa colônia que chamamos de país...
O Brasil não cresceu em 2003. A carga tributária que já era a maior do mundo e que bateu récorde de arrecadação, vai aumentar em 2004.
Vendíamos sapatos para os EUA e agora venderemos couro para comprar sapatos deles, feito com o nosso couro.
Em outras palavras: venderemos matéria-prima barata pra comprar produto acabado caro, por que nosso "competente" governo não transfere a carga sobre salários para a exportação de couro, protegendo assim a indústria brasileira e os empregos dos trabalhadores de uma vez só.
O pior é que o próprio Governo do Brasil, símbolo absoluto da demagogia sínica nacional, que até o final do ano bradava aos quatro ventos que "precisa-se diminuir a carga tributária do país para desafogar a economia" é justamente quem a aumenta, inviabilizando qualquer negócio produtivo no país, diminuindo assim inclusive investimentos externos e, com as constantes alterações de regras da economia, não há como se planejar a evolução de um negócio, ou mesmo de se ter alguma perspectiva de futuro.
E mais: "fome zero" não pode ser uma campanha "esmoleira" como está sendo e sim uma geradora de empregos...
Há um provérbio chinês que diz: "Não dê o peixe e sim a vara de pescar."
O dia em que alguém do nosso "governo" aprender a parar de dizer "amém" aos interesses de nossos colonizadores, teremos alguma chance de termos um país de verdade.

Nenhum comentário: