Translate

quarta-feira, 30 de abril de 2003

Hoje estou me livrando de um enorme peso na minha vida profissional.
Um daqueles "clientes-problema" que ninguém gosta de atender na empresa, porque todo o material que ele traz para produzir fotolito, já chega com problemas ou termina com problemas, por mais que tenhamos cuidado.
Nenhum cliente na empresa tem um histórico maior de retrabalho e tudo o que é produzido para ele tem de sair já montado para melhor aproveitamento do papel da gráfica dele, que não tem montador.
Por causa dele, chegamos mais cedo e saímos mais tarde.
Ele chega quando quer, interrompe a produção dos serviços de outros clientes e fica esperando a saída de seu material na hora, feito pastel de feira.
Não vou citar nomes, nem tenho nada pessoal contra ele.
Eu apenas tenho uma reputação profissional a manter e clientes mais representativos e muito menos problemáticos para atender.
Infelizmente, ser profissional também significa deixar claro o tipo de objetivo pessoal que se busca. E ficar estagnado definitivamente, não é o meu objetivo.
Como profissional, gosto de trabalhar com gente profissional e de forma profissional.
Odeio desorganização e elementos que podem representar desordem no ambiente de trabalho, embora eu infelizmente tenha de conviver com isso. Ao menos a minha parte eu faço.

Nenhum comentário: