Translate

quinta-feira, 23 de janeiro de 2003

Imposto, imposto, imposto...
Até quando nossos "ilustres" parlamentares vão se tocar de que enquanto eles brincam de criar novos mecanismos pra estorquir o nosso dinheiro, mais e mais crianças se multiplicam nos cemáforos, pedindo esmolas, mais e mais empregados estão sendo "reestruturados" para o olho da rua, mais e mais camelôs passarão a vender produtos piratas (e cada vez mais baratos em relação aos tributados), maior será o contrabando e consequentemente, MENOS DINHEIRO poderão estorquir dos nossos bolsos???
As empresas que se julgam prejudicadas com a pirataria e o contrabando, deveriam fazer pressão para a redução de impostos para combater a pirataria pelo seu ponto fraco: o preço. Afinal, ninguém consegue pagar o valor do produto original quando não tem dinheiro, certo?
E quanto ao resto de nós, indivíduos indefesos diante do inacreditável poder corruptor do Estado, só resta a organização e o protesto em grupo.
Mas como fomos condicionados a mais de 500 anos para sermos bundões... estamos endividados sobre a terra mais rica e produtiva do mundo, morrendo de fome e definhando sob A MAIOR CARGA TRIBUTÁRIA DO MUNDO.
E o condicionamento continua... escolas cada vez piores, senso crítico cada vez mais podre e opinião pública cada vez mais insensata.
E a tão sonhada reforma tributária integral do Brasil, cada vez mais continua soando como uma lenda profética inalcançável. Ou alguém aí acredita em Coelhinho da Páscoa?

Nenhum comentário: