Translate

sexta-feira, 3 de janeiro de 2003

Como todos sabem, eu estou atuando no mundo da informática a pelo menos 18 anos.
Quando comecei, a maior parte dos equipamentos era importada ou contrabandeada.
A indústria brasileira de informática se baseava nas antigas máquinas de escrever para definir seus layouts de teclado e posteriormente, a ABNT fez o mesmo. Resultado: cada fabricante fazia um teclado com layout diferente que se denominava "ABNT". Foi um horror! Só de MSX brasileiro, já houveram pelo menos 4 layouts de teclado diferentes!
Então optei pelos teclados norte-americanos ("US"), em que todos os caracteres estão onde deveriam estar, principalmente chaves, ponto, apóstrofo e arroba. Além disso, o shift costuma ser bem grande.
Agora, 18 anos depois, temos o "ABNT2", onde nada é localizável direito! (Tente digitar a URL do meu site Picolo's Online! sem teclar linha no lugar do apóstrofo! Ou ainda digitar uma seqüência de números de IP no bloco numérico sem teclar a maldita vírgula!)
O pior é que o usuário "padrão brasil" prefere o teclado que tem cedilha, porque acha bonitinho... E só quer esse!
A Apple Brasil já cometeu a "brilhante" cagada de importar uma porrada de teclados tchecos e andou "empurrando" como se fossem brasileiros. Só tinha um problema: cadê a arroba?
Que se exploda o padrão ABNT! 18 anos pra fazer um layout tão burro... Eu prefiro o layout americano mesmo! Ao menos ele funciona bem em mais da metade do planeta desde que a IBM só fazia máquinas de cartão perfurado!

Nenhum comentário: